Ativistas são proibidos de salvar animais famintos em reserva


Defensores dos direitos animais foram barrados de resgatar animais famintos em uma reserva natural em Oostvaardersplassen, na Holanda. A ministra da Agricultura, Carola Schouten, após a notícia de que os ativistas foram bloqueados por policiais na estrada para impedir que os animais fossem alimentados.

Segundo a ministra, o direito de demonstrar faz parte da Holanda e que agravar a situação é desnecessário. Schouten ainda afirmou que em breve haverá debates em nível provincial sobre o que deverá ser feito na reserva, onde centenas de espécies morreram de fome.

Um porta-voz da comissão florestal Staatsbosbeheer, afirmou que os bloqueios na estrada foram levantados na semana passada depois que uma chamada foi feita para incentivar os ativistas a resgatarem as espécies que sobreviveram.

Animais famintos na reserva de Oostvaardersplassen, na Holanda.
Animais da reserva holandesa de Oostvaardersplassen. (Foto: DutchNews.nl)

Durante as comemorações da Páscoa, cinco pessoas foram presas enquanto se esforçavam para alimentar os animais. Embora a comissão florestal inicialmente se recusasse a fornecer feno para a reserva, mais tarde mudou de ideia e começou a alimentá-los de maneira urgente.

Os ativistas planejaram dois eventos para o fim de semana. Uma é uma marcha silenciosa para os animais que morreram e outra é um comboio de carros carregando bandeiras. Mais da metade dos 5.200 cervos, pôneis, vacas e bois que vivem na reserva morreram neste inverno, a maioria dos quais foram assassinados por funcionários da comissão florestal. Muitos também morreram porque estavam morrendo de fome, a população local dizimou o crescimento das plantas e os animais não conseguiram acumular reservas suficientes de gordura para o inverno, segundo a comissão de silvicultura do país.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>