Centro de Bem-Estar Animal é reaberto após interdição em Joinville (SC)


Após três meses de interdição, o Centro de Bem-Estar Animal (CBEA) do município de Joinville, em Santa Catarina, volta a funcionar. A unidade foi fechada temporariamente após um surto de cinomose contaminar 21 cachorros em novembro de 2017.

Centro foi reaberto após interdição (Foto: Salmo Duarte / A Notícia)

Durante a interdição, não foi permitida a saída e entrada de animais no centro que recebe animais doentes, feridos e para adoção. Atualmente, 48 animais estão abrigados no local, sendo 45 cães e três galos.

A unidade recebe apenas animais que tenham registro de ocorrência realizado por um responsável na ouvidoria da Prefeitura. O registro pode ser efetuado através do telefone 156 e pelo site. As informações são do portal G1.

Além do atendimento dos animais, o CBEA realiza ainda castração e microchipagem, por meio do Programa de Controle Populacional de Cães e Gatos. O chip é colocado em animais tutelados por famílias com renda de até três salários mínimos.

A unidade realiza também campanhas educativas no Núcleo de Educação Ambiental, que tem como foco o incentivo à guarda responsável de animais domésticos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRATAMENTO MÉDICO

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>