HORROR

Tigre ameaçado de extinção é morto e exposto em exibição pública

Moradores de uma comunidade remota da Indonésia evisceraram um tigre de Sumatra criticamente ameaçado de extinção e depois expuseram seu corpo pendurado diante de outras pessoas

Foto: AFP/Getty Images

Os assassinos da aldeia de Hatupangan, no Norte de Sumatra, acreditavam que o tigre era uma criatura sobrenatural e um grupo o seguiu até a floresta.

Foto: AFP/Getty Images

O felino atacou os intrusos para tentar se defender e o grupo a criou um plano para matar o animal em retaliação. Eles empalaram o tigre com uma lança antes de eviscerá-lo e pendurá-lo em uma exibição pública.

O tigre era visto nos arredores da aldeia desde o último mês e o grupo anunciou que planejava matá-lo apesar dos avisos dos oficiais de proteção para não prejudicarem o animal ameaçado.

Foto: AFP/Getty Images

O líder da agência de proteção local, Hotmauli Sianturi, disse que um oficial de conservação não conseguiu impedir a morte e acrescentou: “Infelizmente eles não ouviram. Eles insistiram em matar o tigre. Após assassinarem o animal, os habitantes locais penduraram seu corpo para exibição. É muito lamentável”.

As autoridades informaram que alguns órgãos internos foram retirados do corpo do tigre e que estão investigando o assassinato.

Foto: AFP/Getty Images

Os tigres de Sumatra são considerados criticamente ameaçados pela União Internacional para a Conservação da Natureza, sendo que restam apenas de 400 a 500 deles na natureza, de acordo com o Daily Mail.

Os conflitos entre humanos e animais ocorrem desenfreadamente no Sudeste Asiático, especialmente em locais que são desmatados para o início de plantações de óleo de palma que destroem os habitats dos animais fazendo com que eles tenham mais contato com as pessoas.