TRANSPORTE CRUEL

PL que proíbe embarque de animais vivos avança na Alesp

O deputado lamenta que tanto sofrimento esteja sendo motivado pelo lucro.

643

08/03/2018 às 08:30
Por Fátima Chuecco, ANDA

Divulgação

Nesta quarta-feira, dia 7, foi dado o primeiro passo para o fim do sofrimento dos animais que estão sendo levados vivos, de navio, para outros países. “Hoje tivemos uma grande vitória parcial para os bois embarcados vivos. Consegui aprovar na Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa de SP (Alesp), o Projeto de Lei (PL) 31/2018 que proíbe no Estado de São Paulo o embarque de animais vivos no transporte marítimo e/ou fluvial, com a finalidade de abate para o consumo”, comentou o deputado Feliciano Filho (PSC-SP).

“O PL tramitará por outras comissões antes de ir a plenário. Estamos caminhando o mais rápido possível para acabar com o sofrimento desses animais”, continuou o deputado. Desde o ano passado o embarque de milhares de bois vivos e bem jovens para a Turquia têm gerado muita comoção e também polêmica dado o tratamento desumano oferecido desde o trajeto pelas estradas até a longa viagem de navio. Fotos, vídeos e laudos veterinários comprovaram que há maus-tratos em todo o processo de transporte, terrestre e marítimo.

“São mais de dez horas sem água ou comida dentro de um caminhão. Os animais chegam aos portos já sem forças para subir no navio e então apanham muito e recebem choque para caminhar. Depois ainda enfrentam uma viagem de mais 16 dias para serem mortos num sistema cruel, em que não podem ser sensibilizados como fazemos aqui no Brasil”, comenta o deputado.

O deputado lamenta que tanto sofrimento esteja sendo motivado pelo lucro. “A única coisa que rege é o dinheiro. É inaceitável o que fazem com esses boizinhos. Tudo é muito triste. Precisamos defender esses animais que não têm voz e nem a quem recorrer”, concluiu.

Conheça o PL 31 na íntegra clicando aqui.