CRUELDADE

Macaco explorado em zoo sofre queimaduras causadas por cigarros

Um macaco foi ferido por um cigarro aceso que recebeu de um turista em um zoológico chinês

746

13/03/2018 às 06:00
Por Redação

O animal machucado confundiu o cigarro com alimento quando o homem o passou por uma pequena rachadura e ficou com a mão queimada.

Foto: Reprodução, Pear Video

A equipe do zoo tratou o macaco ao ser informada do incidente por outros turistas. Os funcionários do Luoyang Wangcheng Park, na província de Henan, confirmaram que o macaco é um mangabey de pálpebras brancas.

Um vídeo feito por uma turista mostra o macaco pegando o cigarro através da janela de seu gabinete.

“O mangabey bateu na janela de vidro após ser queimado. Mas o homem continuou a passar cinco a seis cigarros para o macaco. O macaco acreditava que o cigarro era comida e se queimou quando o homem passou isso para o recinto”, disse ela ao Pear Video.

Foto: Reprodução, Pear Video

A mulher afirmou que o homem, cujo nome é desconhecido, parecia ter cerca de 20 anos. Um porta-voz do zoo confirmou que o incidente ocorreu no dia 25 de Fevereiro.

De acordo com o Daily Mail, os funcionários do local observaram que uma parte da cola do vidro foi arrancada de uma janela do recinto do primata, o que deixou uma pequena brecha entre a parede e a janela.

Eles também perceberam o homem entregando os cigarros ao macaco através da fenda enquanto examinavam as câmeras de vigilância.

Foto: Reprodução, Pear Video

Os membros da equipe denunciaram o incidente à polícia e trataram o mangabey. A polícia está à procura do homem responsável pelas queimaduras do macaco.

O porta-voz do local, Luoyang Wangcheng, disse para os turistas não oferecerem comida aos animais porque a alimentação inadequada pode causar a morte dos animais. Este é mais um caso que mostra como o cativeiro é prejudicial aos animais que deveriam viver livremente em seus habitats ao invés de serem expostos como objetos.