EXPORTAÇÃO

Exploração: ovelhas vão enfrentar viagem cruel de navio para o Suriname

As ovelhas vão enfrentar uma viagem longa e estressante.

884

13/03/2018 às 08:30
Por Redação

Um grupo de ovelhas exploradas por criadores viajarão do norte do Tocantins, onde vivem atualmente, até Paramaribo, no Suriname. Para chegar ao país, os animais serão levados de caminhão até o Macapá (AP), onde serão embarcados em um navio.

Ovelhas irão enfrentar viagem longa e estressante (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

As ovelhas serão submetidas a uma viagem extremamente longa e estressante, de mais de 2 mil km. No Suriname, as fêmeas serão covardemente exploradas para a realização de um procedimento chamado de “transferência de embrião”, por meio do qual a genética delas será usada em cruzamentos com animais do país de destino.

É a primeira vez que ovelhas que vivem no Tocantins serão exportadas para o Suriname. A viagem é considerada um projeto piloto que, caso dê certo, garantirá que números ainda maiores de ovelhas sejam exportadas posteriormente.

Tratadas como mercadorias, a venda das ovelhas foi negociada por quase um ano. As fêmeas foram comercializadas por R$ 2 mil e os machos por R$ 3,5 mil cada.

Nota da Redação: o comércio de animais e a exportação deles são práticas anti-éticas que merecem repúdio da sociedade. Imagens feitas dentro do navio ‘NADA’, que levou bois à Turquia, e também nos caminhões que levaram os animais das fazendas ao porto, mostraram as condições insalubres e de extrema crueldade imposta aos bois – mantidos em ambientes superlotados e repletos de excrementos -, o que deve se repetir em outras viagens de exportação de animais vivos que, além disso, são exaustivas e estressantes, devido à longa duração, e podem levar alguns dos animais transportados à morte durante o percurso.