Noruega aumenta cotas para estimular a caça de baleias


Divulgação

Considerado um dos melhores países do mundo para se viver, a Noruega demonstrou esta semana que ainda possui muito a evoluir em matéria de humanidade e consciência. O país aprovou um aumento de quase 30% da cota anual de caça de baleias.

Segundo autoridades do país, a decisão tem como objetivo fomentar a atividade que se encontra em declínio. Atualmente a Noruega e a Finlândia são os únicos países do mundo que autorizam a caça de baleias para consumo humano.

Eles recusaram formalmente a moratória internacional que veda a prática e abriram brecha para o Japão realizar a mesma atividade sob o pretexto de pesquisas científicas.

Ativistas em defesa dos direitos animais questionam se faz sentido expandir cotas para uma indústria decrescente e se não seria mais inteligente e sensível perceber que há desinteresse da população por carne de baleia.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>