Leões são resgatados de zoos devastados pela guerra e encontram um novo lar


 

Foto: Ahmad Gharabli

Após meses de reabilitação na Jordânia, Simba e Saeed chegaram com segurança ao Lion’s Rock, um santuário para grandes felinos na província de Free State.

Os jovens leões foram resgatados em 2017 das cidades de Mosul, no Iraque, e Aleppo, na Síria. Eles serão introduzidos lentamente no Lion’s Rock, informam os cuidadores.

Os leões treinaram durante semanas para se preparar para a viagem de 33 horas, de avião e caminhão, para o santuário de 1250 hectares. Como eles possuem entre dois e quatro anos, os cuidadores decidiram realocá-los para que possam iniciar suas famílias.

Simba, de quatro anos, foi um dos dois animais encontrados vivos em um zoológico privado em Mosul em fevereiro de 2017. A maioria dos outros morreu de inanição ou devido a bombas. “A mãe de Simba realmente comeu seu pai. Ele testemunhou muitos traumas no Iraque”, conta Diana Bernas, cuidadora de animais no al-Ma’wa Animal Sanctuary, na Jordânia, para a BBC.

Foto: Ahmad Gharabli

Simba estava  tímido quando foi colocado em seus cuidados, diz Bernas. Já Saeed tem dois anos. “Seu nome significa feliz em árabe, por isso é agridoce deixá-lo ir”, diz.

Segundo a BBC, ele foi um dos 13 animais resgatados de um parque abandonado próximo a Aleppo. Nascido no auge da guerra civil da Síria, Saeed estava extremamente magro quando chegou à Jordânia em julho.

Após meses de cuidados para ajudar os leões desnutridos e traumatizados, a organização internacional de proteção animal Four Paws, decidiu transferir a Simba e Saeed, que agora são saudáveis e felizes,  para a África do Sul.

“Com 78 outros leões, estamos confiantes de que Simba e Saeed encontrarão um grupo para si mesmos  e um final feliz para sua formação caótica”, ressalta Fiona Miles, membro da Four Paws na África do Sul.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO

AVANÇO

COMPORTAMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>