Nada me falta

Aparentemente tudo lhe faltava. Não tinha casa para se abrigar e família com quem pudesse contar.

251

13/02/2018 às 11:00
Por Maurício Galvão

Aparentemente tudo lhe faltava.

Não tinha casa para se abrigar e família com quem pudesse contar.

Também não se lembrava da ultima vez que havia feito uma boa refeição quente.

Seu corpo não sabia mais o que era repousar em uma cama macia, ou então um banho reconfortante.

Sim, aparentemente tudo lhe faltava.

Mas seu coração era guiado pelo respeito à vida e sua alma direcionada pela prática do amor.

Dizia ele com nobreza nas palavras:

– O mais importante é que tenho o Leco, esse cachorro vagabundo que me ama mais do que a ele mesmo.

Reprodução | Facebook

Ele vive por mim esse tranqueira, e não imagina que eu só estou vivo por ele.

Não, nada me falta, o Leco é tudo o que eu preciso para continuar a minha vida.