PETA premia filmes que não maltrataram animais durante as gravações


Filmes que não maltratam animais durante as gravações ou que optaram por mantê-los longe das filmagens, substituindo-os por criações digitais foram premiados pela organização PETA, que defende os direitos animais.

Chewbacca optou por não comer o Porg no filme “Star Wars: Os Últimos Jedi” (Foto: Reprodução)

“Star Wars: Os Últimos Jedi” recebeu o o troféu de Melhor Filme Original e Melhor Live-Action por exibir a libertação dos animais fathiers pelos personagens Finn e Rose e também pela cena em que Chewbacca opta por não comer um animal chamado pelo filme de Porg. As informações são do portal Jovem Pan.

“Jumanji: Bem-Vindo À Selva” também foi premiado. O filme não fez uso de animais nas gravações. Todos eles foram criados digitalmente. A animação “O Touro Ferdinando”, do brasileiro Carlos Saldanha, recebeu um prêmio pelo personagem central da história.

A premiação incluiu também atores. Andy Serkis, que interpretou Caesar em “Planeta dos Macacos: A Guerra e Doug Jones de “A Forma da Água”, dividiram um prêmio por conseguirem capturar o “desespero sentido por aqueles que são abusados e acorrentados”. Frances McDormand foi premiada por resgatar um inseto em “Três Anúncios Para Um Crime”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DOÇURA

EXTINÇÃO

SONHO REALIZADO

CARIBE

POLÍTICA AMBIENTAL

SÃO PAULO

AÇÃO HUMANA

TRAGÉDIA

MASSACRE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>