Estudo: cresce preferência por proteínas veganas


Divulgação

Em um recente estudo realizado por Mintel, mais da metade da polulação estadunidense (52%) opta pelo sabor da proteína vegana à animal.

Os outros fatores que geram a escolha são a sustentabilidade ambiental (13%), proteção animal (11%) e a preocupação uma dieta mais balanceada (10%). Por sua vez, 39% está preocupada com uma alimentação mais saudável e com a mudança de hábitos.

Os participantes da pesquisa reconhecem que, evitar alimentos processados (39%), controlar o peso (31%), e promover o aumento da massa muscular são fatores que os mantém em dietas à base de vegetais.

De forma similar, 46% concorda que proteínas vegetais fazem melhor ao organismo do que proteínas de origem animal.

“Apesar de pesquisas, estudos sobre saúde e impactos ambientais e animais, o sabor ainda é o que move o consumidor”, afirma o analista sênior de alimentos e bebidas em Mintel, Billy Roberts.

Os dados recentes mostraram que mais da metade dos americanos estão escolhendo fontes de proteínas veganas ao invés de proteínas animais.

Outros estudos recentes também mostraram que a alternativa por alimentos de origem vegetal também reduz o risco de doenças cardiovasculares.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA

COMPAIXÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>