Patinadora Meagan Duhamel salva cão que seria morto para virar comida


Patinadora adotou dois cãezinhos resgatados de fazendas de cães | Foto: EK Park/Free Korean Dogs via AP)

O início dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul motivou nos últimos meses intensas discussões sobre o consumo de carne de cachorro e o uso de roupas de peles de animais no país.

Após uma campanha nacional realizada por ativistas pelos direitos animais, o governo sul-coreano solicitou a restaurantes de Pyeongchang, cidade sede do evento esportivo, que suspendessem pratos com carne de cão dos cardápios para não causarem “mal-estar” com os turistas e atletas estrangeiros.

Megan e o marido conhecem cãezinhos resgatados | Foto: EK Park/Free Korean Dogs via AP)

No entanto, o pedido foi ignorado e a maior parte dos estabelecimentos continua a servir sopas e outros pratos contendo o ingrediente. Em meio ao massacre a que cachorros são submetidos para consumo humano, uma atitude compassiva está surpreendendo todo o mundo.

A patinadora canadense Meagan Duhamel (32), duas vezes campeã mundial, está participando das olimpíadas de Pyeongchang e adotou um cãozinho que foi resgatado quando estava prestes a ser morto para ser transformado em uma iguaria gastrotômica em um restaurante.

Cães criados para consumo humano são mantidos em condições precárias | Foto: Humane Society International

Em entrevista ao jornal britânico Metro, a atleta contou que este é o segundo animal que ela adota no país. Em fevereiro de 2017 em um passagem pela Coreia do Sul, ela adotou um cachorro salvo pela Free Korean Dogs e o levou para morar com ela em seu apartamento.

Megan, que é vegana desde 2008, também declarou que é contra a tradição de criação de cães para consumo humano e torce para que o governo e a sociedade se conscientizem sobre o tema o quanto antes.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA

ATROCIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>