Projeto proíbe fogos de artifícios próximo a abrigos de animais


Divulgação

Um projeto de Lei em Teresina (PI) pretende proibir a soltura e a queima de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos em locais próximos à abrigos de animais. A medida visa preservar a saúde e o bem-estar de cães e gatos que moram no município.

Segundo o vereador Venâncio Cardoso, autor da proposta, os animais sofrem com o medo e o estresse ocasionado pelo forte barulho. “A audição de cães e gatos é bem mais aguçada que a dos seres humanos, por isso, quando utilizamos fogos artifícios perto deles, podemos estar machucando nossos animais. A lei vem no sentido de proibir e, principalmente, educar a população sobre essa questão”, explica o vereador.

De acordo a nova lei, se aprovado no plenário da Câmara Municipal e sancionado pelo prefeito, quem soltar fogos em lugares não permitidos, poderá pagar multa de até três salários-mínimos.

O texto também regulamenta eventos e shows pirotécnicos, que devem ser realizados apenas com a autorização da Defesa Civil da cidade e respeitar a distância mínima de 2km.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>