Ex-membro de gangue se torna ativista pelos direitos animais


Enquanto estava em prisão domiciliar, Armstrong foi inspirado pelo educador de crudivorismo Dan McDonald a fazer uma mudança no seu estilo de vida.

Foto: VegNews

“Toda experiência que  tive em minha vida aconteceu em uma sequência necessária para me preparar para o próximo capítulo. Sou muito grato que por ter tido a chance de espalhar a luz dentro de mim e ajudar a mudar o mundo para um lugar mais pacífico para todos”, disse Armstrong.

Armstrong –  que está sóbrio e é vegano há quatro anos – faz entrevistas no seu canal do YouTube “Joey vs. The Public”, onde envolve o público em conversas sobre mitos comuns relacionados à indústria da carne e dos laticínios, informa a VegNews.

Atualmente, ele  viaja o mundo para treinar ativistas veganos e ensiná-los a terem uma comunicação mais efetiva com os onívoros. “Eu espero ter deixado uma faísca de inspiração em todos vocês. Estamos todos, coletivamente, começando a perceber que apenas ser vegano é ótimo, mas, no centro do que os animais enfrentam, ser ativista é mais imperativo”, disse ele no Facebook depois de completar a viagem na Escócia.

Atualmente, o ativista está no Reino Unido e será um dos participantes do West Yorkshire Vegan Festival.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RÚSSIA

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA

MAUS-TRATOS

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>