Crueldade: nove filhotes de cachorro são enterrados vivos


Nove filhotes de cachorro foram enterrados vivos em um buraco no município de Murcia, na Espanha. Três pessoas foram identificadas pela Guarda Civil como responsáveis pelo crime.

Filhotes de labrador foram enterrados vivos (Foto: Rogilde / Wikicommons / Imagem Ilustrativa)

Uma cadela da raça labrador havia dado à luz e cavado um buraco na terra onde mantinha os nove filhotes. Dias depois, moradores da região perceberam que a cadela estava sozinha e muito agitada. O buraco onde ela colocou os recém-nascidos estava fechado, coberto por terra, barro e pedras. Intrigados com a situação, eles decidiram cavar o local e, então, encontraram os filhotes enterrados, cobertos por barro e com hipotermia. As informações são do portal DN.

A cadela e os recém-nascidos foram levados imediatamente para uma clínica veterinária e, apesar dos esforços, sete dos cachorros morreram. Com as vias respiratórias cobertas por barro, eles não resistiram. Os dois cães que sobreviveram foram encaminhados para um lar temporário, onde aguardam por adoção.

Após o resgate, uma denúncia foi feita, dando origem à operação “Puppies” (filhotes, em tradução livre) que resultou na detenção de três pessoas. Os criminosos, que fazem parte da mesma família, respondem agora por maus-tratos a animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ALEGRIA

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS

RECONHECIMENTO

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>