Sobre Wikie, a baleia falante: ouça o lado dela


Divulgação

Abro o jornal e dou de cara com a notícia:

“Conheça Wikie, a primeira baleia assassina falante do mundo.”

Wikie é uma das 4 orcas mantidas em cativeiro no Marineland Antibes, na França. É parte da última geração de baleias nascidas no programa de reprodução do parque, suspenso em 2017, e é assim que ela passa os dias em seu tanque – como nesta imagem capturada pelo documentário Inside The Tanks, lançado no ano passado.

A matéria trata de um “experimento que demonstra a capacidade das orcas de imitar palavras humanas”. Nem quero pensar em como Wikie foi treinada para conseguir isso, mas livros como “Behind The Dolphin Smile”, “Beneath the Surface” e “Death at SeaWorld”, entre tantos outros, já disponibilizam informações bem completas sobre a capacidade de comunicação da espécie – inclusive, explicam também a etimologia do termo “baleia assassina”, usado erroneamente desde que foi criado por antigos pescadores da Islândia quando presenciaram uma orca transiente da região capturando uma foca.

Bom, se o objetivo não era provar que as orcas se comunicam melhor que a gente – porque isso está mais que óbvio para a ciência, não entendi o propósito.

Ah, não. Espera. Entendi, sim.

Imagine que incrível para um modelo de negócio ultrapassado, cruel e falido ter uma baleia que fala?!

Uma baleia que fala! Não é muito legal?

A não ser que você tenha menos de 7 anos ou seja tão carente que precise de uma baleia para conversar, não.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMOVENTE

ACIDENTE

Acolhimento

CRUELDADE

FINAL FELIZ

ACIDENTE

DESAPARECIMENTO

RECONHECIMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>