CONTEÚDO ANDA

Mais de 50 animais ficam presos em redes contra tubarões na Austrália

As redes tinham o objetivo de impedir a entrada de tubarões na praia, mas, apenas um tubarão-cabeça-chata ficou preso

376

13/01/2018 às 11:00
Por Laura Cruz, ANDA

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Crédito: Sea Shepard

As redes tinham o objetivo de impedir a entrada de tubarões na praia, mas, apenas um tubarão-cabeça-chata ficou preso. Crédito: Sea Shepard

Durante um período de cinco semanas, mais de 50 animais ficaram presos nas redes instaladas na costa de Nova Gales do Sul, na Austrália.

As redes tinham o objetivo de impedir a entrada de tubarões na praia, mas, de acordo com os dados do governo, apenas um tubarão-cabeça-chata ficou preso.

Entre os vários animais que ficaram enroscados, estavam 41 arraias de diferentes espécies das quais 16 morreram. Quatro tartarugas também se enroscaram, das quais duas morreram.

O projeto, que começou em novembro de 2017, está usando diferentes tipos de redes, em diferentes alturas, a fim de reduzir o número de animais presos acidentalmente.

Isto pois, durante uma versão anterior do projeto, realizada de dezembro de 2016 a maio de 2017, 275 animais ficaram enroscados na rede, nove dos quais eram tubarões-cabeça-chata – uma taxa de sucesso de 3%.

As novas redes tiveram cinco casos de animais presos acidentalmente a menos do que o projeto anterior durante as quatro primeiras semanas.

Ainda assim, muitos acreditam que o projeto continua sendo ineficaz.

Para o deputado do partido verde Justin Field, o relatório é mais uma evidência de que o programa de redes contra tubarões faz pouco para manter as pessoas seguras, mas tem um impacto terrível nos animais.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.