CONTEÚDO ANDA

Especialistas preveem que indústria de laticínios pode desaparecer em 10 anos

Em uma conferência recente em Glasgow, na Escócia, especialistas discutiram o declínio do consumo de laticínios que têm sido substituídos por alternativas veganas

Foto: Livekindly

Eles alertaram que, se isso continuar, a indústria de laticínios pode acabar nos próximos 10 anos.

Foto: Livekindly

A consultora de sustentabilidade da agropecuária Judith Capper afirmou que, apesar de os veganos apenas constituírem uma pequena proporção da população, suas vozes são ouvidas pelas massas.

“Há uma necessidade no setor de produtos lácteos de que alguns mitos fracassem. Se os consumidores não comprarem nossos produtos – leite, creme, manteiga, queijo etc. – não teremos uma indústria de lacticínios em [um período de] cinco a 10 anos”, diz.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Apesar da crença de Capper de que a indústria de laticínios precisa destruir mitos, muitas pessoas têm abandonando produtos de origem animal por motivos de saúde e elas são respaldadas por pesquisas científicas: 75% dos afro-americanos são intolerantes à lactose e a Universidade de Harvard cita a indústria de laticínios como a principal fonte de gorduras saturadas, revela o Livekindly.

Altos níveis de gordura saturada na alimentação podem resultar em sérios problemas de saúde, como doenças cardíacas e diabetes. A pesquisa parece indicar que não existem mitos que precisam ser destruídos.

O mercado de leite vegano está crescendo e seu valor deve exceder US $ 34 bilhões até 2024. Segundo uma pesquisa, 30% de todos os britânicos têm tentado abandonar os laticínios neste ano. É impossível saber se o veganismo terá um impacto tão grande na indústria de laticínios na próxima década, mas seu impulso não deve diminuir tão cedo.