Cadela obesa e negligenciada por toda a vida brinca como um filhote


Bertha foi levada para um abrigo de animais depois que seu tutor faleceu. A chihuahua de nove anos sofria de um transtorno com convulsões graves e pesava seis quilos – mais do que o dobro do seu peso normal.

Foto: Allison Hackett

A equipe do abrigo sabia que não podiam oferecer a ela os cuidados necessários e a cadela foi acolhida pelo Muttville Senior Dog Rescue, que se comprometeu a ajudá-la a ficar saudável novamente.

Não foi fácil. A cadela era tinha dificuldade para caminhar e precisava de intervalos constantes. O centro de resgate postou sobre ela no Instagram, na esperança de encontrar uma família disposta a ajudá-la em sua jornada para perder peso. Em pouco tempo, a pessoa perfeita apareceu.

Allison Hackett viu as postagens do Muttville sobre Bertha e se apaixonou por ela. Ela sente empatia por seu esforço para emagrecer e já tinha cuidado de cães com excesso de peso, auxiliando-os a conquistar seu objetivo. Ela finalmente percebeu que Bertha deveria ser membro de sua família.

“Acreditava que ela era tão fofa e possuía o rosto e o comportamento mais doce. Eu não tinha certeza se queria adotar um cachorro, mas continuava retornando à página dela e olhando para ela no Instagram e não conseguia tirá-la da minha cabeça. Sabia como seria gratificante poder ajudar uma cadela a perder peso e perceber o impacto positivo que isso pode ter sobre eles”, disse Hackett ao The Dodo.

Foto: Allison Hackett

No final de agosto, Hackett adotou oficialmente. A cadela já havia emagrecido, mas ainda tinha um longo caminho a percorrer. Hackett sabia o que fazer para ajudar Bertha a ficar muito mais saudável.

“Basicamente, ela tem uma dieta restrita, ingerindo alimentos metabólicos e se movimentando o máximo possível”, explica.

Recentemente, o  veterinário declarou que Bertha está oficialmente com um peso saudável. A cadela parece extremamente diferente de quando chegou no centro de resgate meses atrás e sua personalidade se transformou também.

Foto: Allison Hackett

“Ela literalmente não tinha personalidade, nem abanava o rabo. Conforme o peso diminuía, e como reduzimos seus medicamentos, ela é uma cadela completamente diferente. Abana o rabo, pula, fica tão feliz com o alimento que corre em círculos”, destaca a tutora.

Bertha sai cada vez mais de sua concha todos os dias e descobre como a vida é maravilhosa agora que é saudável. Ela é a cadela mais doce e ama conhecer novas pessoas e até tem um irmão gato chamado Birdie, com quem ela gosta de ficar.

Ela consegue fazer longas caminhadas sem muitos intervalos e tem entusiasmo pela vida graças a seus salvadores e a sua nova família, que se recusaram a desistir de ajudá-la a se tornar a cadela que sabiam que poderia ser.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SEGUNDA CHANCE

MAUS-TRATOS

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>