Gatinho especial rejeitado ao nascer dá lição de vida


Ele não consegue andar em linha reta, mas está sempre feliz e não quer que as pessoas sintam pena dele.

Foto: Love Meow

Quando Pepino nasceu, ele foi rejeitado por sua mãe e imediatamente foi encaminhado para o VCA Cromwell Animal Hospital, onde recebeu oxigênio para ajudá-lo a respirar. Após horas de cuidados intensivos, ele se recuperou.

Um dos membros da equipe levou-o para sua casa para que os profissionais pudessem monitorá-lo. Durante muitas semanas, eles não sabiam se ele sobreviveria e sua tutora o chamou de “Mousey”.

Quando Pepino cresceu, era perceptível que ele tinha problemas para caminhar e caía quando tentava se levantar. Ele nasceu com hipoplasia cerebelar (CH), uma condição que prejudica suas habilidades motoras.

Apesar de ter CH severa, (o que significa que precisa de assistência pelo resto da vida), ele sempre está alegre. Tudo o que ele quer é  ter tempo de brincar e abraçar seus cuidadores.

Foto: Love Meow

Um homem chamado Carmelo foi ao hospital e conheceu o gatinho. Ele instantaneamente se apaixonou pelo pequeno Pepino e, na mesma noite, pesquisou sobre sua condição na internet. Carmelo queria oferecer ao gatinho a vida incrível que ele merece.

Ele adotou Pepino e, desde o primeiro dia, o pequeno mostrou a todas as pessoas que não deixaria sua condição definir quem é. Ele aprendeu a usar a caixa de areia sozinho e, conforme crescia e ficava mais forte, ganhou mais coordenação.

Carmelo o segura para ajudá-lo a se alimentar. O gatinho usa pratos de silicone macio para proteger seus dentes.

Foto: Love Meow

“O melhor é que Pepino não faz ideia de que ele é ‘diferente’ dos meus outros gatos. Ele os observa e os imita, brinca, quer deitar no colo, ronrona quando o pego e estende as pequenas patas quando me vê. Ele é um gatinho muito feliz”, disse Carmelo ao Love Meow.

Pepino encontrou seu novo lar há dois anos. Ele já é adulto, está mais forte do que nunca e tem aproveitado a vida ao máximo.

“Para mim, as recompensas superam muito suas necessidades especiais. É um compromisso que eu estava pronto para fazer e não me arrependi por nem mesmo um segundo”, finalizou Carmelo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MÉXICO

CRUELDADE

AMOR

EMPATIA

AMOR

CRUELDADE

CHINA

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>