Vídeo: peixe frito se mexe e internautas apontam maus-tratos


Um vídeo (veja abaixo) registrou o momento em que um peixe frito começou a se mexer. O caso aconteceu na cidade de Hengyang, na província de Hunan, no sudeste da China.

Internautas classificaram o caso como maus-tratos. “Muitos jovens chineses me disseram que existem receitas nas quais os peixes são cozidos ou fritos vivos. Eles acham que isso é normal. O peixe foi frito vivo, por isso se moveu. É uma prática que deve parar!”, disse o usuário Frederique H, no YouTube.

Segundo o site de notícias científicas IFL Science, a explicação para o peixe ter se mexido é a de que, apesar do cérebro e o coração não estarem mais funcionando, existem células que ainda respondem a estímulos. “Imediatamente após a morte, os neurônios do movimento mantêm algum potencial de membrana, ou uma diferença na carga de íons, o que faz iniciar um efeito dominó na rede neural, gerando o movimento”, esclarece o IFL Science em informação divulgada pela revista Encontro.

A explicação de que animais mortos podem apresentar movimentos involuntários imediatamente após a morte reforça a ideia de que o peixe do vídeo havia sido frito vivo, já que se tivesse sido morto antes, depois de ser frito já teria passado o período de tempo em que seria possível existirem espasmos.

Fritar um animal vivo é um ato de extrema crueldade, que impõe terrível sofrimento a ele.

Confira o vídeo abaixo:


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>