CONTEÚDO ANDA

Cresce o número de cães de raça abandonados por problemas de saúde

Os tutores escolhem abandonar os animais pois não conseguem pagar os cuidados veterinários.

Crédito: Getty Images
Crédito: Getty Images

Uma pesquisa realizada pela organização Battersea Dogs Home concluiu que há um número crescente de cães de raça sendo abandonados em abrigos.

Isto pois os tutores não tem condições de pagar as contas do veterinário.

O abandono de raças com o rosto mais achatado, como o buldogue francês e o pug, é especialmente grave, já que têm muitos problemas de saúde genéticos.

Especialistas no Reino Unido já identificaram que a criação desenfreada destas raças resulta em deformidades terríveis e defeitos congênitos.

Crédito: Getty Images
Os tutores escolhem abandonar os animais pois não conseguem pagar os cuidados veterinários | Getty Images

Estes cães têm dificuldades para respirar devido a seus traços exagerados e mesmo pouco exercício físico pode desencadear sérios problemas respiratórios.

Por isto, eles precisam ir ao veterinário com muita frequência, mas grande parte dos tutores não tem como pagar pelos cuidados que eles precisam.

Então, muitos desistem dos animais e os abandonam em abrigos como o da Battersea Dogs Home.

Apesar do empenho de ativistas em conscientizar a população sobre a responsabilidade de criar um animal, os voluntários da organização acreditam que ainda acolheram muitos destes animais.