Cadela que teve pernas amputadas após maus-tratos ganha próteses e é adotada


Uma cadela da raça golden retriever, de três anos, foi abandonada no lixo após ter suas pernas fortemente amarradas. O crime cruel de maus-tratos aconteceu na Coreia do Sul.

Chi Chi teve que amputar as pernas devido a maus-tratos (Foto: Divulgação)

Chi Chi, como passou a ser chamada, foi resgatada e levada a uma clínica veterinária. No local, foi constatado que a agressão brutal a qual ela foi submetida fez com que suas pernas infeccionassem a ponto de não haver tratamento eficaz. A única solução seria amputá-las.

De imediato, a cadela foi submetida a uma cirurgia, por meio da qual foram realizadas as amputações das pernas que, posteriormente, foram substituídas por próteses. Mas nem a maldade humana, que a condenou a momentos terríveis, tampouco a necessidade de amputar as pernas fez com que a cadela perdesse a alegria de viver e a confiança nas pessoas. Logo após voltar da anestesia, Chi Chi já abanava o rabo, demonstrando o quão feliz estava. As informações são do portal Best Of Web.

Um vídeo mostrando a alegria da cadela conquistou o coração de Elizabeth Howell, que decidiu adotá-la imediatamente. Foi então que Chi Chi enfrentou uma viagem de avião e foi da Coreia do Sul para os Estados Unidos. Atualmente, ela vive cercada de amor e respeito com sua família no município de Phoenix, no estado norte-americano do Arizona.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>