Atropelamentos matam mais de 3 mil animais por ano em rodovia do MS


Um estudo feito por uma empresa de consultoria concluiu que 3.595 animais silvestres morrem por ano após serem atropelados na BR-262, em Três Lagoas, no estado do Mato Grosso do Sul. Para realizar a pesquisa, mais de 85 quilômetros foram analisados durante um ano e nove meses.

Mais de 3 mil animais são mortos vítimas de atropelamento na BR-262 (Foto: Divulgação / PRF)

O número, entretanto, não corresponde ao total de mortes, segundo o diretor da empresa, Eduardo Martins. Segundo ele, a taxa de detecção de atropelamentos é de 59%. “Outros animais ainda podem ser atropelados e sair da pista, o que deixaria o número maior”, diz.

Os dados foram apresentados durante um encontro de empresas. Participaram do evento representantes da sociedade civil e das empresas Cargill, Fibria e Eldorado. Segundo a fiscal ambiental do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Délia Javorka, “a participação das empresas que utilizam a estrada para transporte de funcionários, de produtos, matéria-prima, é fundamental”. O Imasul está solicitando, segundo Délia, que essas empresas “façam o monitoramento do transporte para propor as medidas mitigadoras ao Dnit para que as implemente”.

Para impedir que mais atropelamentos aconteçam, medidas como a construção de passagens subterrâneas para animais silvestres precisam ser colocadas em prática. As informações são do portal JP News.

O levantamento será enviado ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), órgão responsável pela rodovia que deverá ser reformada no próximo ano. “Nós contribuímos com questões técnicas, apontando onde devem estar os equipamentos, as obras de engenharia, para que esta realidade seja mudada nas estradas”, conclui Délia.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>