Aumento do nível do mar ameaça mais de 10 mil sítios arqueológicos


A pesquisa revelou que um aumento de um metro do nível do mar, projetado até o final deste século por meio de modelos climáticos, submergiria mais de 13 mil sítios arqueológicos registrados, incluindo mais de mil listados no Registro Nacional de Lugares Históricos.

Foto: NASA

“Todo sítio arqueológico é como um experimento único que oferece informações sobre as pessoas que viviam em uma área específica. Toda vez que um deles é perdido, esse é outro conjunto de conhecimento que é removido”, disse o coautor Joshua Wells, professor associado de Antropologia e Informática Social na IU South Bend. .

Os resultados, publicados na revista PLOS One, foram obtidos pela análise de dados coletados pelo Índice Digital de Arqueologia Norte-Americana. O índice, conhecido como DINAA, é um projeto colaborativo da IU South Bend, da Tennessee University e do Alexandria Archive Institute que analisa conjuntos de dados arqueológicos e históricos de fontes diversas, informa o Phys.

Wells disse que os arqueólogos historicamente acreditaram que os sítios eram vulneráveis a distúrbios humanos como, por exemplo, construções. No entanto, o aumento do nível do mar é uma nova ameaça que os pesquisadores podem analisar ao somar projeções climáticas aos dados DINAA.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>