Alpacas são exploradas para entretenimento humano em cafeteria


Uma cafeteria de Taipé, capital de Taiwan, explora alpacas para entretenimento humano. Privadas de viver em liberdade em seu habitat, elas foram levadas para o Oia Café, onde são mantidas em cativeiro.

Visitantes tiram fotos com as alpacas exploradas pela cafeteria (Foto: Reprodução / Ruptly)

Duas alpacas passam o dia dentro do estabelecimento, entre os clientes, enquanto outras permanecem presas a um cercado na área externa da cafeteria. As informações são do portal G1.

Circulando livremente pelo local, elas são fotografadas pelos clientes, que se sentem satisfeitos em poder fazer carinho nos animais, sem refletir a respeito da crueldade que é manter animais silvestres em cativeiro.

A prática de explorar animais para que clientes possam interagir com eles é comum em países asiáticos.

Segundo relato de visitantes da cafeteria, as alpacas são alimentadas com cenouras providenciadas pelo próprio café, mas também mastigam tudo o que é deixado ao alcance delas, de restos de comida dos pratos a bolsas e roupas, o que apresenta risco para a saúde dos animais e reforça o quão inadequado é o local onde são mantidas.

A existência de animais em estabelecimentos comerciais, explorados para entreter o público, está intimamente ligada a aprovação dos clientes. Por essa razão, não frequentar esses locais é a única forma eficaz de fazer com que os animais sejam libertos.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>