Bezerro abandonado para morrer pela indústria de laticínios descobre o mundo


 

Foto: SASHA Farm Animal Sanctuary

A fêmea foi considerada uma “perda necessária” pela indústria de laticínio porque era muito pequena para sua idade e, portanto, incapaz de se reproduzir. A indústria a deixou morrer de desnutrição, mas ela ganhou uma nova chance.

Agora, o bebê está seguro. Ela pode ter sido uma “perda” para a indústria de laticínios, mas para as pessoas gentis do SASHA Farm Animal Sanctuary, o filhote não precisa fornecer leite para ser digno de amor.

O pequeno gosta de dar beijos – especialmente em sua cuidadora Sofia – debaixo do sol, informa o One Green Planet.

Foto: SASHA Farm Animal Sanctuary

“Agora, ela possui a capacidade de viver em paz e com felicidade. Ela nunca sentirá pavor ou medo”, escreveu SASHA Farm Animal Sanctuary em sua página do Facebook.

As vacas são naturalmente brincalhonas, curiosas e têm muita energia.  O sofrimento delas na indústria de laticínios é  ignorado pela maioria das pessoas. Como as vacas produzem naturalmente leite e não são mortas durante a ordenha, existe o equívoco de que elas possuem vidas felizes.

Porém, para que as vacas produzam leite, elas devem ser engravidadas e dar à luz. Infelizmente, como o leite é considerado uma mercadoria destinada ao consumo humano, os bebês nascidos na indústria de laticínios são separados de suas mães momentos após o nascimento.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR

TAILÂNDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>