Além dela, dois outros ursos que viveram durante anos como animais domésticos foram salvos graças a uma missão de resgate da organização Four Paws. Hai Chan era abusada em uma operação de bile de urso em um armazém no Vietnã. Já os outros dois, chamados Thai Van e Thai Giang, eram explorados por uma empresa que produzia aço na região.

Urso era explorado em fazenda
Foto: Four Paws

A Four Paws trabalha com o governo vietnamita há cinco anos para salvar os ursos mantidos em cativeiro. A organização construiu um santuário no Nordeste do Vietnã para oferecer um lar aos animais. Recentemente, o grupo recebeu oficialmente os primeiros três moradores no santuário depois que os ursos passaram décadas em jaulas minúsculas.

Acredita-se que Hai Chan teve uma agulha inserida no abdômen diariamente para a coleta da bile da vesícula biliar. A bile de urso é utilizada pela medicina tradicional chinesa e, embora exista uma proibição federal da prática no Vietnã desde 1992, a alta demanda resultou em um mercado negro sem regulamentação. A Four Paws estima que cerca de 1.300 ursos ainda vivem aprisionados em 400 fazendas do Vietnã.

“Quando o governo vietnamita lançou uma campanha em 2005 para eliminar a criação de ursos, os ursos confinados foram registrados e receberam microchips e os fazendeiros foram obrigados a assinar uma declaração dizendo que não extrairiam bile. Porém, as pessoas ainda podem ganhar dinheiro com isso. Se a demanda não acabar, os ursos serão mantidos assim”, explica Robert Ware, diretor-executivo da Four Paws dos EUA , ao The Dodo.

Urso foi resgatado pela Four Paws
Foto: Four Paws

Dos três ursos salvos pela organização, Hai Chan estava em pior estado, já que deve ter ficado presa durante pelo menos uma década. Suas patas dianteiras desapareceram completamente. O “vinho de pata de urso” é um popular antídoto tradicional chinês devido às suas supostas “qualidades saudáveis”.

Mantida em uma pequena jaula de metal, era muito difícil que Hai Chan ficasse parada porque não conseguia se agarrar às barras e se levantar. Ela também foi mantida longe de todos os outros ursos. Thai Van e Thai Giang, o macho e a fêmea criados em outro local como animais domésticos, viviam da mesma maneira,  mas suas jaulas estavam uma ao lado da outra. Ware disse que a dependência dos dois ursos é notável.

“Nós os trouxemos separadamente e o macho estava muito, muito estressado. Ele grunhia e fazendo um barulho típico que ursos fazem quando ficam ansiosos. Assim que trouxemos sua amiga, ele se acalmou quase imediatamente.  Eles definitivamente construíram um vínculo forte durante todos esses anos nas jaulas vizinhas”, destacou.

Durante as próximas três semanas, os ursos ficarão em quarentena para serem monitorados pela equipe de veterinários do santuário. Eles também receberão uma dieta específica para a espécie – um luxo simples do qual foram privados por tantos anos.

Operação de resgate de ursa
Foto: Four Paws

“Estamos certos de que Hai Chan nunca comeu frutas antes. Ela foi alimentada com uma mistura básica de arroz e pó de osso misturada com água. Ela passará lentamente por um período de adaptação para se acostumar com alimentos sólidos”, acrescentou.

Quando os ursos estiverem prontos, serão libertados em seus novos habitats com muito espaço em 10 hectares de terra. Eles terão grama, árvores altas para escalar e muito alimento para aprender as habilidades naturais necessárias.

“Todos estavam muito hesitantes, descrentes e tímidos quando os trouxemos pela primeira vez aqui. Depois de ficarem conosco por  somente um dia, eles começaram a mostrar como são extrovertidos, curiosos e interessados nas pessoas.  Vindos de uma vida de tortura, foi incrível ver que eles se entusiasmaram tão rapidamente. Eles perceberam que estavam seguros”, concluiu Ware.