O poder da união

Bruce era sua companhia e ela vivia feliz com ele. Um dia ela encontrou o Tom abandonado, com fome e semimorto como ela dizia.

367

29/11/2017 às 09:30
Por Mauricio Galvão

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Bruce era sua companhia e ela vivia feliz com ele.

Um dia ela encontrou o Tom abandonado, com fome e semimorto como ela dizia.

Levou-o para sua casa, cuidaria dele, mas Bruce seu fiel peludo não gostou da ideia.

Odiava o Tom, Bruce o ignorava e às vezes corria atrás dele.

Ela repreendia o Bruce, mas ele não suportava aquele gato manhoso e enxerido.

E assim viviam, todos felizes.

Um dia ela não se levantou, e tanto o Bruce quanto o Tom foram acordá-la, mas ela não tinha mais vida.

Seu filho carnal após cuidar de tudo, tranquilizou e os levou para sua casa.

O rapaz cuidava dos dois com o mesmo amor e zelo que havia recebido de sua mãe.

Mesmo assim o Bruce estava inconsolável, os dias ficaram longos e tristes.

Em mais um entardecer Bruce estava na janela esperando um sinal, chorava baixinho
Tom foi até ele e o acarinhou por um longo tempo.

De forma surpreendente Bruce retribuiu o carinho e como por um encanto toda aquela mazela sumiu em meio às lambidas e caricias de ambos.

Bruce olhava o Tom e lembrava da nobre senhora que o chamou de filho a vida toda.

Tom olhava o Bruce e sentia o amor que um dia lhe foi transferido e salvou sua vida.

O perfume dela estava nos dois e isso alimentava as boas lembranças.

A vida do Bruce passou a ser o Tom e o mesmo não mais viveria sem o Bruce.

Jamais esqueceram dela, ao contrário, a união dos dois trouxe para junto deles o melhor dela, o amor.

Reprodução | Facebook

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.