Inteligência, cognição e personalidade: a importância de se conhecer as vacas

Todos os documentos mencionaram a importância de se estudar a cognição e inteligência bovinas, uma vez que há muito mais pesquisas feitas em animais que não são considerados de consumo em geral, como cães, primatas e golfinhos.

já foi comprovada a inteligência das vacas
Vacas são inteligentes e tem personalidade própria (Foto: Kristin Hugo/Newsweek)

Um artigo científico publicado recentemente resume uma seleção de pesquisas que demonstram a cognição de vacas e determinam que elas podem ter momentos “Eureca”, se sentirem otimistas ou pessimistas, são afetadas por experiências dolorosas, protegem seus filhotes e reconhecem seus amigos.

Chamado de The Psychology of Cows, o artigo foi publicado no diário Animal Behavior and Cognition e custeado pelo The Someone Project – auto descrito como “tentativa mais recente de mostrar às pessoas quem são os animais de fazenda”.

Foram citados mais de 200 artigos renomados que tratavam de psicologia das vacas, personalidades e inteligência. Por exemplo, vacas leiteiras correm e brincam menos após terem seus chifres retirados ou cortados com fero quente e sem anestesia. As vacas também conseguem diferenciar pessoas que as manejam de forma brusca das que as tratam gentilmente, e escolhem estar perto das últimas. Foi constatado que a cor da roupa de uma pessoa também influencia em como elas irão se sentir, dependendo da associação que fazem com as roupas de pessoas do passado. E se um veículo desconhecido estiver se aproximando de uma vaca e seu bezerro, ela irá se colocar no meio dos dois como forma de proteção.

Vacas também são dotadas de inteligência
(Foto: Kristin Hugo)

Como contou à revista Newsweek, Lori Marino, neurocientista e uma das autoras do artigo, vacas tem momentos “Eureka”. Em uma das pesquisas, foram dadas recompensas a vacas que haviam completado uma tarefa e também a vacas que não participaram da atividade. Ao medir frequências cardíacas, foi observado que as vacas das tarefas ficavam mais animadas do que as outras quando recompensadas. A conclusão foi de que existe a capacidade destes animais terem uma reação emocional ao conseguirem completar um desafio, não apenas por receberem comida.

Apesar de níveis de interpretação diferenciados de cada autor, as pesquisas prévias analisadas foram bem recebidas e o consenso é de que vacas são seres inteligentes. Todos os documentos mencionaram a importância de se estudar a cognição e inteligência bovinas, uma vez que há muito mais pesquisas feitas em animais que não são considerados de consumo em geral, como cães, primatas e golfinhos.

“É importante que as pessoas entendam quem os bovinos são para que possam tomar a decisão de como querem agir em relação a eles através de evidências reais”, disse Marino. “Não baseado em impressões, suposições, vieses de um lado ou de outro, mas com base em dados científicos objetivos sobre esses animais colocados de uma forma que seja interessante e permita que o público decida se essas informações mudam a visão que eles têm e a forma como tratam os animais”.