CONTEÚDO ANDA

Família de orcas é atropelada por condutores de jet skis em busca de selfies

Um grupo de orcas que estava na costa do Sul da Califórnia (EUA) se mobilizou para fugir do assédio de pessoas que insistiram em persegui-las para fotografá-las

424

14/11/2017 às 06:20
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Alisa Schulman-Janiger, pesquisadora de orcas e afiliada à American Cetacean Society em Los Angeles (EUA), observava o grupo de orcas perto de Huntington Beach, quando percebeu três pessoas em jet skis que queriam se aproximar dos animais.

Orcas são perseguidas por jet skis

Foto: Alisa Schulman-Janiger

 

Ao invés de se manterem a distância para evitar perturbá-los, conforme exigido pela legislação, Schulman-Janiger viu os indivíduos perseguirem as orcas.

“As baleias emergiam ao redor deles e eles ou as baleias poderiam ter ficado feridos. As baleias estavam viajando a cerca de nove nós, um ritmo muito rápido”, relatou Schulman-Janiger ao The Dodo.

Aparentemente, a razão do comportamento imprudente era a vontade de tirar selfies com as orcas. Em duas ocasiões, Schulman-Janiger escreveu que os condutores dos jet skis chegaram a colidir com as orcas – incluindo um dos filhotes. Preocupada com a segurança dos animais, a bióloga tentou fazer com que o grupo se distanciasse, mas não obteve sucesso.

Jet sky colide com orcas

Foto: Alisa Schulman-Janiger

“Nós os chamamos e conversamos (amigavelmente) com eles. Quinze minutos depois, eles fizeram isso mais uma vez”, frisou.

Parece que postar uma foto com os animais era mais importante. Este incidente preocupante terminou somente quando as orcas mergulharam profundamente, desviando sua rota em uma tentativa de escapar dos perseguidores.

“As baleias ficaram cansadas e saíram, depois de permanecerem em um caminho muito previsível durante horas”, escreveu Schulman-Janiger.

Foto: Alisa Schulman-Janiger

As orcas não foram vistas novamente. De acordo com a Lei de Proteção de Mamíferos Marinhos, assediar orcas é ilegal e a punição estabelece multas de US$ 11 mil ou até um ano de prisão. Schulman-Janiger diz que já denunciou o incidente às autoridades e pede que as pessoas fiquem atentas caso as selfies do grupo sejam postadas online.

Infelizmente, esse comportamento tem se tornado cada vez mais comum na era das mídias sociais e a busca por uma selfie com um animal às vezes pode ser mortal.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.