Cadela explorada em criadouro desfruta de nova família


Molly era uma cadela abandonada que foi levada para um abrigo. Estava claro que ela tinha sido explorada para a reprodução.

Foto: FAACAC/Facebook

Ela sofria uma série de doenças, incluindo unhas muito grandes, pele extremamente escamosa, rabo deformado que parecia ter sido quebrado diversas vezes e um caso grave de piometra, uma infecção no útero que causaria sua morte, caso ela não tivesse sido castrada no abrigo

Foto: FAACAC/Facebook

Apesar de todo o abuso e da dor que a cadela sofreu nas mãos dos seres humanos, seu espírito gentil e misericordioso permaneceu e ela se tornou conhecida como a “recepcionista” do abrigo, recebendo todos cães e humanos que visitaram o local.

Foto: FAACAC/Facebook

Felizmente, Molly encontrou uma nova família e agora poderá desfrutar de uma vida com paz e amor.

A história de Molly é um excelente exemplo do poder da adoção. Diariamente, 5500 animais têm a morte induzida em abrigos nos Estados Unidos, muitas vezes, porque não há espaço para mantê-los.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>