Tutores acusam vizinho de matar cão a tiros no interior de SP


Um casal acusou um vizinho de matar o cachorro Max, da raça border collie. O cão, tutelado pelo casal, foi encontrado morto na calçada, segundo outra moradora do bairro. A Polícia irá investigar o caso, que aconteceu na cidade de Floreal, interior de São Paulo.

Tutores acusam vizinho de matar cão (Foto: Divulgação)

No Boletim de Ocorrência registrado na delegacia consta a informação de que a moradora tinha visto o acusado pegando o cão, já morto, e colocando-o dentro de um saco de lixo preto e, em seguida, no porta malas de um carro, no qual entrou e dirigiu, saindo do local.

Antes de ir até a delegacia, os tutores de Max, ao saberem da versão apresentada pela moradora, tentaram encontrar o cachorro. Foi quando conversaram com outra vizinha, que afirmou ter ouvido dois tiros de espingarda de pressão. Ela disse ainda ter visto o cão agonizando devido ao tiro disparado contra ele e observado o acusado colocando-o em um saco que foi disposto dentro do porta malas do veículo usado por ele para deixar a residência. As informações são do portal Região Noroeste.

Após ouvirem os relatos das testemunhas, os tutores de Max foram até a casa do suspeito para confrontá-lo, dizendo que moradores do bairro haviam presenciado o crime cometido por ele contra o cão. O homem, entretanto, negou ter matado o cachorro e não deu informações acerca do lugar onde ele teria descartado o corpo de Max.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>