Pit bull é morto ao atacar policial militar no município de Lavínia (SP)


Ele alega que foi atacado pelo animal e atirou para se defender. O caso será apurado pela corporação.

Divulgação

A equipe foi chamada por motoristas de ambulância, informando que havia um cão agressivo solto na via pública e que os moradores estariam em pânico. No local, o PM que disparou afirma que reagiu ao ser mordido em uma das pernas.

A família que mantinha o cão afirmou que ele tinha 5 anos, chamava-se Eros e “era considerado um filho”. “Era carinhoso e completamente dócil”, dizem os tutores. Ainda segundo a família, a morte foi um ato injusto e de muita crueldade.

O animal, explicou um dos familiares, escapou porque esqueceram o portão aberto ao irem a uma igreja. “O que nessa história não combina é o histórico do cachorro, pois em seus cinco anos e meio de vida foi criado com muitas crianças e pessoas diferentes. Nossa família é grande e sempre estamos recebendo visitas em casa”, afirmou.

“Nosso Eros só nos trouxe alegrias e nunca demonstrou qualquer atitude agressiva ou maldosa com qualquer pessoa; ele fez amizades com todos que conheceu. Tivemos diversos animais, entre cachorros, gatos e patos, que sempre conviveram com o cachorro em plena harmonia”, acrescentou.

Em nota, a Polícia Militar disse que haverá uma investigação para apurar as condições em que se deu o desenrolar da ocorrência. O comando do Batalhão de Andradina acompanhará o caso. “A Polícia Militar segue confirmando seu compromisso com a defesa da vida, da integridade física e dignidade da pessoa humana”, declarou.

Fonte: Folha da Região

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

TRATAMENTO

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>