Gatinha anã encontrada em laje ganha ajuda para crescer


A gatinha anã chamada Kiwi
A gatinha Kiwi logo após ter sido resgatada com uma semana de vida (Foto: Chatons Orphelins Montréal)

Uma mulher encontrou uma gatinha minúscula com um pouco mais de uma semana de vida miando em uma laje fria de concreto. A mãe gata não parecia estar por perto, então ela decidiu ajudar.

“Ela parecia ter sido abandonada, talvez a mãe tenha sentido que a gatinha tinha nascido com dificuldades para se desenvolver e não iria sobreviver”, contou Celine Crom do Chatons Orphelins de Montréal, no Canadá, para onde ela foi levada para ser examinada.

Ela ganhou o nome de Kiwi.

Kiwi era muito pequena, pesando apenas 160 gramas. Fora uma infecção no olho, ela tinha outras doenças que necessitavam de tratamento imediato.

Ela não conseguia comer por conta própria, mas estava alerta. Durante os dias seguintes, ela não tinha ganhado muito peso, mas estava viva e lutando por sua vida.

“Seu desenvolvimento era lento e ela tinha apenas metade do tamanho de um gatinho normal da sua idade. Comia muito pouco e através de uma seringa. Ela parecia uma pequena gatinha anã e sua condição era estável, porém preocupante”.

Apesar da pouca probabilidade de um gato tão novo sobreviver sem sua mãe, ela começou a melhorar com seis meses. Tudo através de suplementos dados com regularidade, alimentação e cuidados durante todo o dia, e amor abundante.

Seu ganho de peso é lento, porém constante. Ela irá permanecer pequenina para sempre, mas agora está superando todos os obstáculos.

Hoje ela tem três meses de idade e pesa 620 gramas. Seu pelo está se tornando mais macio e ela vive ronronando.

Gatinha anã com três meses
Kiwi hoje com três meses de idade (Foto: Chatons Orphelins Montréal)

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE

GRATIDÃO

ESPECIAL

ALEGRIA

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>