Canil dedicado a Laika, explorada em missão espacial, é inaugurado em Florença


Um canil foi inaugurado em Florença, na Itália, em homenagem a cadela Laika, que foi explorada em uma missão espacial, morrendo nas mãos de cientistas que acreditavam que a ciência valia mais do que a vida de um cão.

A inauguração do espaço para cães, 60 anos depois da morte de Laika, demonstra que a sociedade aprendeu pouco ou nada com o triste episódio que tirou a vida da cadela. Isso porque ao invés de reconhecer o erro cometido em nome da ciência, essa homenagem serve para mostrar que a irresponsabilidade dos cientistas em enviar Laika ao espaço está sendo, infelizmente, romantizada.

Laika morreu após ter sido enviada ao espaço em uma missão espacial (Foto: AFP)

A cadela explorada pela ciência está sendo colocada como um exemplo a ser contemplado, quando, na verdade, ela foi apenas uma vítima do egocentrismo humano.

Outros animais covardemente explorados pelos humanos também serão homenageados. A cadela Diesel, que foi obrigada a trabalhar, arriscando sua vida, em operações policiais, será a próximo a receber uma homenagem. Ela morreu enquanto participava de uma busca a terroristas em Paris, após o atentado ao Bataclan. Agora, ao invés de se redimirem e se desculparem por terem causado a morte de uma cadela que deveria estar vivendo sua vida de acordo com suas próprias vontades e não sendo obrigado a servir humanos, homenagearão Diesel.

A proposta de homenagear estes cães nada mais é do que a legitimação da exploração animal. Impedir que cachorros vivam segundo seus propósitos, realizando atividades que os agradem, e forçá-los a viver de forma completamente oposta ao que é natural para eles, arriscando suas vidas e, por fim, levando-os à morte, é algo inaceitável. Essa homenagem, feita após a morte, é uma demonstração de romantização da exploração e sofrimento impostos a eles.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO

DE OLHO NO PLANETA

ARTIGO

MAUS-TRATOS

TRAGÉDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>