Ibama libera esterilização de capivaras da Pampulha em MG


O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) autorizou a esterilização das capivaras que vivem no entorno da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Uma substância para eliminação do carrapato-estrela também será aplicada nas capivaras que, após serem castradas, voltarão para o local.

Capivaras que vivem no entorno da Lagoa da Pampulha serão castradas (foto: Leandro Couri/EM/DA Press)

Os primeiros trabalhos já começaram a ser realizados. Técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente iniciaram a dedetização da área externa, capina e limpeza de contêineres onde as cirurgias serão realizadas.

Para que o manejo fosse realizado, a Prefeitura de Belo Horizonte necessitava de um termo de referência e licença para o monitoramento e controle dos animais silvestres. O documento, emitido pelo Ibama, foi entregue à administração municipal.

“Foi solicitado pelo órgão um novo censo populacional das capivaras a ser entregue em 60 dias, também foi sugerido adotar um outro tipo de identificação das capivaras, provavelmente será usado microchip”, afirmou a Secretaria por meio de nota.

Segundo o Ibama, “a autorização será emitida após o encaminhamento da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) dos profissionais responsáveis pela execução do manejo, bem como o Certificado de Regularidade do Cadastro Técnico Federal da instituição contratada e equipe técnica.”

A associação de moradores do Bairro Bandeirantes (APIBB), que cobrava um posicionamento da Prefeitura, inclusive tendo entrado com ação e elaborado uma petição cobrando providências, afirmou, em entrevista ao Estado de Minas, que concorda com a decisão do município de realizar o manejo.

A coordenadora do Movimento Mineiro pelos Direitos Animais (MMDA), Adriana Araújo, comemora a realização do manejo ético, o que, segundo ela, é cobrado pelo movimento há cerca de cinco anos. “Estamos esperançosos e satisfeitos com a iniciativa. A presença de capivaras no meio urbano é uma realidade em vários lugares no Brasil em decorrência da destruição de aquíferos, e precisamos conviver com elas”, destacou Araújo, que disse também que a presença das capivaras na Pampulha se deve a perda de habitat. Ela explica que as capivaras são animais semi-aquáticos que vivem imersos na água durante dois terços da vida e que são vítimas dos seres humanos. “Vítimas da ação de nossa espécie, capivaras migram em todo Brasil para onde há água, devido à destruição de seus habitats pela mineração e pecuária”, afirmou.

MMDA, que defende as capivaras, comemora a decisão da Prefeitura pelo manejo ético (Imagem: Divulgação)

Araújo conta ainda que o município de Belo Horizonte e quase todo o estado de Minas Gerais são considerados região natural do carrapato-estrela. Entretanto, a coordenadora do MMDA explica que somente os carrapatos que estão contaminados pela bactéria Rickettsia Rickettsi servem de vetor para transmissão da febre maculosa. “Temos que evitar e combater o carrapato-estrela, e não seus hospedeiros, de diversas espécies, sendo os cavalos os preferidos por esse carrapato”, disse.

O Movimento Mineiro pelos Direitos Animais afirma que seu intuito é propiciar a existência de uma Belo Horizonte biocêntrica, isso é, pautada em uma ética contrária ao antropocentrismo, baseada na preocupação com o outro e principalmente no respeito para com os animais não-humanos.

“O MMDA segue firme participando desta construção coletiva, estimulando a integração do poder público com a academia, investindo nas “universidades-cidadãs” que disponibilizam seu saber científico para a melhor tomada de decisão pelo poder público”, concluiu Araújo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>