Higiene oral diária ajuda a prevenir problemas dentários em cães e gatos


Quem tem um animal em casa sabe o quanto é difícil fazer com que ele fique quieto na hora de escovar os dentes. Mas a higiene oral dos animais só é eficiente quando realizada diariamente e ajuda a prevenir desde tártaro, cáries e placas bacterianas até doenças bucais mais graves, como a periodontite.

Os cães possuem 42 dentes na boca e os gatos 30. De acordo com a médica veterinária Lisiane Char, especialista em odontologia veterinária, tanto a escovação quanto o uso de antissépticos bucais periodicamente podem começar por volta dos sete meses de idade, quando os animais finalizam a troca dos dentes permanentes.

Higiene bucal dos animais deve ser feita diariamente (Foto: Divulgação)

A escova dental deve ser escolhida de acordo com o porte do animal e ter cerdas bem macias para evitar lesões na gengiva. “Os tutores podem comprar escovas de uso humano ou veterinário e dedeiras infantis”, continua. Já o creme dental precisa ser de uso veterinário para que não seja prejudicial à saúde do animal, caso ele engula o produto. “Alguns cremes dentais têm ação abrasiva ou enzimática e auxiliam quimicamente na prevenção da formação da placa bacteriana”.

O ideal é iniciar a escovação dental o quanto antes e de forma gradual para que o animal se acostume com a manipulação da boca mais rapidamente. “Porém, qualquer animal pode ‘aprender’ a rotina da escovação, mesmo que já seja mais velhinho. Depende bastante do empenho e da dedicação dos seus tutores”, ressalta a especialista.

Se ainda assim não for possível escovar os dentes do animal, é necessário levá-lo ao veterinário com maior frequência para remover a placa bacteriana e o cálculo dental (tártaro). Em média, explica Lisiane, a avaliação deve ser realizada anualmente para que o dentista verifique se a higiene em casa está sendo adequada e suficiente. “Alguns animais podem precisar de avaliações mais rotineiras, principalmente os de porte menor ou os que possuem alguma doença crônica”.

Principais complicações

Como os cães e gatos têm o pH da boca mais alcalino do que os humanos, a formação de tártaro nos dentes é mais comum do que de cáries e pode ser evitada com a higiene diária ou removida pelo dentista. Já o tratamento da cárie varia de acordo com a lesão que ocorreu no dente.

Mas o problema dentário mais comum entre os animais é a doença periodontal ou periodontite, que se caracteriza pela inflamação e infecção dos dentes e do periodonto. Pode estar presente em diversos graus e é comum haver gengivite, cálculo dentário, retração gengival, bolsas periodontais, abcessos dentários e perda óssea.

Em alguns casos, a periodontite leva a doenças mais graves em órgãos como rim, fígado e coração. “Todo este processo se inicia com a formação da placa bacteriana no dente. Por isso ela deve ser removida na escovação para evitar que a doença progrida”, esclarece a veterinária.

Problema dentário mais comum entre os animais é a doença periodontal (Foto: Divulgação)

Alguns sinais de problemas dentários podem começar de maneira bem sutil e passar despercebidos, como coceira no focinho e sangramento gengival. Outros sintomas mais frequentemente observados são dor para se alimentar, mau hálito, salivação excessiva, rejeição de alimentos sólidos, espirros frequentes e secreção nasal. “Existem também os sintomas que não parecem ter origem dentária, mas podem ser reflexo de periodontite, como emagrecimento, febre, prostração e anemia”.

Predisposição genética

Algumas raças de cães micro e toys, como yorkshire, maltês, chiuaua, pequinês, lhasa apaso, shih tzu e spitz alemão, têm maior predisposição a doença periodontal, uma vez que o espaço entre os dentes é menor e favorece o acúmulo de alimentos e bactérias na boca. Além disso, em alguns casos, os dentes de leite não caem, fazendo com que os animais fiquem com dentição dupla ou “boca de tubarão”, o que pode prejudicar a dentição permanente.

Cães mais “enrugados”, como cocker, sharpei e mastiff basset, frequentemente têm dermatite da dobra labial, sendo necessária uma higienização minuciosa e frequente e, algumas vezes, correção com cirurgia plástica. Já os boxers têm predisposição a hiperplasia gengival, um crescimento excessivo da gengiva, podendo até cobrir completamente os dentes menores.

Os animais braquicefálicos, principalmente buldogue e pug, frequentemente têm prolongamento de palato. Neste caso, explica Lisiane, o “céu da boca” é maior do que deveria e atrapalha a respiração. Existe também uma cirurgia corretiva que permite que o cão respire melhor e tenha menos roncos.

Nota da Redação: a predisposição a doenças em cães de raça, citadas ao final da matéria, expõe mais uma crueldade do comércio de animais. Além da exploração das fêmeas, que são forçadas a engravidar e parir, muitas vezes sem ter um único cio de descanso, a manutenção de determinadas raças colabora para que nasçam animais que terão diversos problemas de saúde. Buldogues, conforme é explicado na matéria, têm dificuldade de respiração, algo que, em dias quentes, pode levá-los à morte.

É injusto e inaceitável que animais sejam explorados para reprodução e sofram com doenças para agradar ao ego e aos desejos dos seres humanos, que decidem, lamentavelmente, comprar um animal pensando apenas em si próprios e ignorando os problemas relacionados ao comércio de animais e à manutenção de determinadas raças.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?

DESPEDIDA

RETROCESSO

FINAL FELIZ

CRIMES

ENCALHE

LIVRE DE PRECONCEITOS

CRIME

POLUIÇÃO

EXPLORAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>