Bombeiros resgatam cadela em penhasco a mais de 40 metros de altura


O Corpo de Bombeiros resgatou uma cachorra que ficou presa no alto do Monte Serrat, em Santos, litoral paulista. Ela estava em uma rocha com menos de um metro quadrado, coberta por vegetação, a uma altura de aproximadamente 40 metros – equivalente a um prédio de 14 andares. O caso demandou mais de três horas de trabalho para salvar a cadela.

Acionada por comerciantes da Avenida Senador Feijó (os fundos das lojas ficam voltados para o morro), preocupados com a possível queda da cachorra, a equipe dos bombeiros acessou o local pela Rua Tiro Naval, até o alto do Monte Serrat. Depois, utilizando rapel, o soldado José Martins e cabo Alves se aproximaram cuidadosamente para não assustar a cadela. Martins conseguiu abraçá-la e descer com segurança.

O comerciante Ahmad Dinho Jarouche, que tem loja na via, diz que viu o momento em que a cadela escorregou e ficou presa. “Ficou lá mais de uma hora, aí resolvemos chamar os bombeiros, que vieram de prontidão. Se esforçaram muito, estão de parabéns. Ainda alimentei a cachorra e ela foi embora, provavelmente para a casa dela. Não identificamos o tutor, mas é de algum morador ali da comunidade, com certeza”.

Além de José Martins e Alves, participaram da ação os cabos César e Meirelles e o sargento Portella. Todos do Posto de Bombeiros do Centro de Santos.

Veja o vídeo do resgate:

Fonte: A Tribuna


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>