Ala para atendimento exclusivo de gatos é inaugurada em instituto do Rio


O Instituto de Zoonoses e Medicina Veterinária Jorge Vaitsman, vinculado à Prefeitura carioca, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, tem agora uma ala para atendimento exclusivo de gatos. O espaço foi inaugurado pela primeira-dama do município, Sylvia Jane Crivella.

A ala conta com três consultórios, uma sala de espera e outra para administração de medicamentos (Foto: Nelson Duarte/Divulgação)

“Não só a ala dos felinos, mas todo o instituto está exemplar. Estou muito orgulhosa com a transformação e o salto de qualidade, em poucos meses, desse local onde se trabalha com amor e empenho”, comemorou a primeira-dama.

A ala foi equipada com três consultórios, uma sala de espera e uma sala para administração de medicamentos. Além disso, oferece tratamento para esporotricose, sarnas, micoses, verminoses e outros tipos de zoonoses, bem como assistência em geral.

A subsecretária da Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses, Márcia Rolim, responsável pela unidade, disse que a reestruturação do Instituto Jorge Vaitsman ajudou a otimizar os serviços oferecidos pelo instituto.

“Duplicamos os atendimentos clínicos mensais para 2 mil e já estamos realizando 3 mil exames laboratoriais e 700 cirurgias por mês, das quais duzentas são para castração”, disse Rolim.

O atendimento às zoonoses e a vacinação contra a raiva são gratuitos. Para outras doenças, além de exames, cirurgias e cremação, é cobrada uma taxa simbólica.

Os outros profissionais que acompanharam a visita foram o superintendente de Educação em Vigilância Sanitária, Flávio Graça, a coordenadora de Vigilância em Zoonoses, Patrícia Nunêz, o diretor do instituto, Glauco Vieira de Melo e a médica veterinária, Sonia Maria Prado Barbosa.

O Instituto Jorge Vaitsman fica na Av.Bartolomeu de Gusmão, 1.120, em São Cristóvão, e é referência em diagnóstico, monitoramento, controle e profilaxia de zoonoses do Brasil.

No local, também funcionam projetos para adoção, guarda responsável e castração gratuita de cães e gatos, visando, não apenas o controle das zoonoses, mas também a redução da população de animais abandonados no município.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>