Reservas naturais da Alemanha perdem mais de 75% de insetos voadores


Pesquisadores da Radboud University, na Holanda, e seus colegas mediram a biomassa de insetos voadores que ficaram presos em 63 reservas naturais na Alemanha desde 1989.

Foto: Wikipedia

Eles ficaram horrorizados ao descobrir que a biomassa total diminuiu drasticamente ao longo dos 27 anos do estudo, com um declínio sazonal de 76% e uma queda de 82% no verão, quando o número de insetos tende a atingir um pico.

Segundo a AFP, ainda que pesquisas anteriores tenham revelado e desaparecimento de borboletas e vírus na Europa e América do Norte, o estudo atual é o primeiro a documentar que os insetos voadores em geral diminuíram.

O motivo por trás do declínio da população não está claro. “Mudanças no clima, na paisagem e na variedade vegetal nessas áreas são incapazes de explicar isso. O tempo explicar diversas flutuações na temporada, mas não explica a rápida tendência descendente”, disseram os especialistas.

“Todas essas áreas são protegidas e a maioria delas é uma reserva natural gerenciada. Porém, ocorreu esse declínio dramático”, declarou Caspar Hallmann, pesquisador da Radboud University.

A maioria das 63 reservas naturais no estudo é cercada por propriedades agrícolas, o que significa que o uso de pesticidas pode ter prejudicado os insetos, informa o Ecowatch.

“Essas áreas do entorno afetam insetos voadores e eles não podem sobreviver ali.É possível que essas áreas atuem como uma ‘armadilha ecológica’ e prejudiquem as populações nas reservas naturais”, afirmou Hallmann.

Os pesquisadores ficaram alarmados com as descobertas, já que insetos são polinizadores importantes e fornecem alimentos para animais maiores e outras criaturas.

“Como ecossistemas inteiros dependem de insetos para a alimentação e como polinizadores, mal conseguimos imaginar o que aconteceria se essa tendência descendente permanecesse inalterada”, ressaltou Hans de Kroon, da Radboud University.

Os pesquisadores esperam que seu estudo promova uma mobilização por mais pesquisas e medidas de proteção para os insetos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CHINA

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>