Potrinho resgatado após maus-tratos é submetido à morte induzida


Arquivo pessoal

O potrinho resgatado com maus-tratos severos em um terreno no bairro Jardim Treviso, em Pirassununga (SP), foi submetido ao procedimento de morte induzida nesta segunda-feira (09).

Ele estava recendo tratamento no Hospital Veterinário da Universidade de São Paulo (USP) desde o resgate.

A veterinária Renata Gebara Sampaio Dória afirma que o filhote apresentava um quadro neurológico grave, além de uma lesão na coluna cervical na altura do pescoço e desidratação intensa.

“Ele tinha uma lesão cervical que causou um aumento de volume do pescoço e não conseguia se levar. A gente não sabe o que aconteceu, mas ele pode ter se enroscado nas cordas e caído e, ao se debater para tentar levantar, provavelmente bateu muito a cabeça, o que fez edema cerebral e machucou o pescoço também”, afirmou.

O caso do potrinho causou comoção e indignação nas redes sociais. ONGs e voluntário se uniram para salvar o filhote, que era vítima de negligência e maus-tratos.

O responsável pelo potro foi autuado por crime ambienta.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>