CONTEÚDO ANDA

Bisões são sentenciados à morte no Grand Canyon

O National Park Service planeja reduzir o número de bisões no Grand Canyon, nos EUA e tem buscado voluntários para matar os animais, alegando que eles estão prejudicando os recursos do parque

525

14/09/2017 às 06:40
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Bisões em floresta

Foto: Associated Press

Alguns bisões seriam enviados para fora da área e outros caçados legalmente na floresta. Dentro do Grand Canyon, os atiradores seriam selecionados por meio de uma loteria para que o número de animais que vivem no extremo Norte do parque não ultrapasse mais de 200 em três a cinco anos.

Cerca de 600 dos animais vivem na região e biólogos dizem que a população de bisões pode ter 1500 indivíduos em 10 anos caso não seja controlada.

O Grand Canyon tem usado como modelo parques nacionais no Colorado, em Dakota e em Wyoming que procuraram atiradores para reduzir populações de alces. O Park Service já deu sua aprovação final ao plano de diminuições de bisões.

Sandy Bahr, do Sierra Club, espera que o Grand Canyon se concentre principalmente na remoção não letal. Os bisões da região são descendentes daqueles que foram introduzidos no Norte do Arizona no início dos anos 1900 como parte de uma operação da pecuária para que os animais se reproduzissem com bois e vacas.

Nos últimos anos, eles vivem dentro dos limites do Grand Canyon onde a caça aberta é proibida. Funcionários do parque argumentam que os animais pisam na vegetação e prejudicam os recursos hídricos.

O plano autorizaria que os voluntários trabalhassem em conjunto com um funcionário do Park Service para atirar nos bisões usando munições sem chumbo sob a alegação de proteger os condores da Califórnia ameaçados.

Os caçadores não podem matar mais de um bisão durante a caçada do estado, revelou o Daily Mail.

O Grand Canyon está trabalhando com as autoridades estatais da vida selvagem e o Intertribal Buffalo Council para elaborar as regras para as perseguições e os atiradores voluntários, disse o porta-voz do parque Jeff Olson.

A caça seria feita a pé em elevações de oito mil pés ou mais entre Outubro e Maio, quando a estrada que leva ao North Rim do Grand Canyon é fechada. Motos de neve e trenós seriam utilizados para remover a carne dos animais, além do uso raro de helicópteros, disseram funcionários do parque.

Carl Lutch, o gerente da vida selvagem terrestre de Pesca e Jogos em Flagstaff, disse que alguns modelos exigem que os voluntários sejam capazes de caminhar quase 13 quilômetros diariamente, levando um pacote de 60 libras. Planeja-se dar cabeça e a pele dos animais mortos a tribos ou a agências federais e estaduais.

Lutch informou que outra possibilidade é dividir a carne dos bisões exterminados entre os voluntários.

Em 2010, o Theodore Roosevelt National Park, em Dakota do Norte, usou voluntários para diminuir o número de alces, selecionando 240 pessoas de milhares de candidatos, informou a porta-voz do parque, Eileen Andes. Alguns desistiram antes que a semana acabasse, acrescentou.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.