CONTEÚDO ANDA

Açougue vegano de SP recebe R$ 400 mil de investimento

Decisão do casal criador do No Bones reacende discussão entre veganismo e capitalismo

426

13/09/2017 às 11:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Apesar de empreenderem em um nicho vegano, casal não se importou de aceitar como sócio empresário que lucra com a exploração animal | Reprodução

O No Bones, açougue vegano criado pelo casal Marcela Izzo e Bruno Barbosa, ganhou dois sócios de peso: Robinson Shiba, fundador do restaurante China in Box, e Caito Maia, empresário e fundador da Chilli Beans.

Músico e empresário, Caito Maia fundou uma empresa milionária de óculos de sol | Reprodução

A proposta foi realizada após a participação do casal no programa Shark Tank Brasil, exibido pela emissora paga Sony.

Durante a apresentação, os representantes do No Bones surpreenderam ao relatar a história do empreendimento, o desenvolvimento das receitas e um incrível faturamento de 800% de lucro em alguns produtos.

Robinson Shiba abandonou a carreira como dentista para fundar o China in Box | Reprodução

Impressionados com o potencial do açougue, os novos sócios ofereceram R$ 200 mil em troca de uma fatia de 40% do negócio.

Nota da Redação: É de extrema relevância que empreendimentos que se proponham a desmitificar a riqueza de uma alimentação livre de crueldade animal tenham destaque e espaço na mídia, desta forma atingindo um público cada vez maior. No entanto, é importante dizer que a parceira com empresas que lucram com a morte de animais como o China in Box podem comprometer a filosofia da libertação animal. É importante refletir que o veganismo é acima de tudo uma postura política que preza pela ética e respeito à todas as formas de vida. A parceria realizada pelo No Bones pode evidenciar um fenômeno cada vez mais preocupante, que é a apropriação de uma causa apenas em prol do lucro.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.