Homem que agrediu cobra no Pantanal é identificado e multado por maus-tratos


(Foto: Reprodução/ PMA)

O turista de Minas Gerais que apareceu num vídeo agredindo uma cobra sucuri, no Pantanal do Mato Grosso do Sul, foi multado em R$ 500 e irá responder por crime ambiental de maus-tratos aos animais.

A pena é de seis meses a um ano de detenção. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (20) pela Polícia Militar Ambiental.

O vídeo divulgado na internet foi gravado em uma pousada, no distrito de Albuquerque, às margens do rio Paraguai.

Nas imagens, o morador de Divinópolis puxa o rabo da cobra, que tenta retornar para a água. A pousada também foi multada no valor de R$ 2 mil pois não possuía licenciamento ambiental.

Ela foi fechada por estar em desacordo com a legislação ambiental, e só poderá voltar ao funcionamento quando se regularizar.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO

FINAL FELIZ

RECIFE (PE)

RECOMEÇO

CONSCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>