Homem que puxou cobra sucuri pelo rabo responderá por crime ambiental


Vídeo que viralizou entre os moradores de Corumbá (Foto: midiamax.com.br)

Em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, um turista de Minas Gerais aparece em um vídeo puxando agressivamente o rabo de uma cobra sucuri. O homem já foi identificado pela Polícia Militar Ambiental e receberá uma multa de até R$3 mil por crime ambiental, com pena prevista de até um ano de prisão.

O caso aconteceu um uma pousada em Albuquerque, na região do Pantanal. No vídeo, a cobra aparece se debatendo, tentando fugir para a água enquanto o homem puxa seu rabo.

O tenente Coronel Queiroz, da PMA, afirma que “manipular um animal sem autorização da maneira como ele fez caracteriza maus-tratos de acordo com a lei”. O infrator irá receber uma multa via Correios e responderá por crime ambiental em sua cidade. As pessoas que aparecem no vídeo podem ser enquadradas como cúmplices e também serem multadas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS

FELICIDADE

TRATAMENTO MÉDICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>