Ativistas protestam contra cédulas de dinheiro produzidas com gordura animal


As notas contêm sebo (gordura animal) e despertaram a indignação de veganos, vegetarianos e vários grupos religiosos, incluindo hindus, sikhs e jains.

Ativistas protestam em frente ao banco
Foto: AWP Twitter

O Partido do Bem-estar Animal [AWP] também se juntou aos manifestantes. Apesar da revolta do público após o lançamento das cédulas em 2016 (incluindo uma petição assinada por mais de 135 mil pessoas), o BoE decidiu que seria muito caro fazer novas cédulas sem sebo.

Quando a questão surgiu, um porta-voz do banco alegou que as notas já estavam em fase de produção e quase 25 milhões de libras passaram a ser impressas com gordura animal, informa o Plant Based News.

O porta-voz declarou: “Tendo em vista as considerações, o Banco concluiu agora que seria apropriado manter a nota de polímero de £ 5 em circulação e emitir a nota de polímero de £ 10 conforme planejado, em Setembro”.

Porém, a luta continua. Sam Morland, representante do Partido do Bem-estar Animal, afirmou:  “O evento teve uma boa conclusão – tivemos cerca de 50 pessoas, todas vieram para fazer com que suas vozes sejam ouvidas. O novo £ 10, obviamente, está entrando em circulação agora – esta luta tem ocorrido desde que o banco lançou seus 5 novos £, que também contêm sebo”.

“Porém, era o caso de informar o Banco de que o protesto prosseguirá e continuaremos enquanto ainda existem perguntas em torno dos £ 20. A mensagem foi ouvida, mas ainda não foi colocada em prática”, completou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>