Aos 15 anos, gato redescobre o prazer de viver ao ganhar uma nova família


Quando encontrou seu novo lar, ele abraçou seus familiares e não os deixou ir.

Gato recebe beijo de tutor
Foto: Animal House

Em Abril, Socks chegaram ao Animal House, um grupo de resgate em St. Louis, nos EUA, com outros oito gatos. Um idoso de 90 anos já não tinha condições de  cuidar dele e dos outros felinos que havia resgatado.

“Sua esposa tinha acabado de falecer e ao longo do tempo eles haviam acumulado uma coleção de 9 gatos. Pessoas muito gentis que acolhiam os gatinhos necessitados em seu bairro, sempre com um ponto de comida, vasilha de água e amor para dar”,disse o centro de resgate.

Socks era o mais velho do grupo, mas o mais extrovertido e amigável. O doce idoso é o gato mais adorável e carinhoso que o local conheceu. Uma das voluntárias, Sonja encontrou-o no abrigo e foi amor à primeira vista.

“A primeira vez em que vi Socks, fiquei atraída por seu doce rosto e seus grandes olhos redondos. Ele tinha 15 anos e eu podia dizer que ele estava em um lar amoroso”, afirmou Sonja ao Love Meow.

Gato no colo de tutora
Foto: Animal House

Quando ela o levou para a área de brincar, o doce gatinho se sentou confortavelmente em seu colo e começou a esfregar-se contra ela como se quisesse que ela fosse sua tutora.

Logo após o primeiro encontro, Socks foi para casa com sua nova tutora e juntou-se aos outros dois gatos idosos que eles adotaram. “Após algumas horas em nossa casa, ele pulou no colo do meu marido Glenn e foi dormir”, disse Sonja.

O felino afetuoso se aninhou em Glenn e esfregou o rosto contra ele. Ele estava extremamente feliz em saber que tinha uma casa e uma vida amorosa novamente.

“Ele dorme conosco todas as noites e se alguém estiver sentado (especialmente Glenn), ele fica no colo”, contou a tutora.

Grupo de gatos adotados pelo casal
Foto: Animal House

O casal o apresentou para os outros felinos: Butterscotch, de 13 anos, e Cleo, de 20 anos. Ele tem muita facilidade de se adaptar às coisas novas. Socks é curioso e gosta de explorar o porão.

O gato diz todos os dias o quão agradecido é ao casal e os abraça sempre. “Somos tão afortunados por ter Socks e nós o amamos tanto”, concluiu Sonja.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>