Pescadores são multados e presos após massacre de mais de 6000 tubarões nas Ilhas Galápagos


Eles descobriram mais de 6.600 tubarões capturados e amontoados no navio conhecido como Fu Yuan Yu Leng 999, segundo a GrindTV.

Tubarões encontrados na embarcação
Foto: Ministério do Meio Ambiente do Equador

Depois de um breve julgamento, a juíza equatoriana Alexandra Arroyo condenou os 20 pescadores pela posse e transporte de espécies protegidas e estabeleceu uma multa de US$ 5,9 milhões e de um a quatro anos de prisão, conforme informado pelo Ministério do Meio Ambiente.

“Esta sentença está alinhada à política de tolerância zero por desrespeito à nossa soberania e aos nossos princípios mais elementares como nação, já que o Equador reconhece a natureza como sujeita de direitos. Esta decisão marca um precedente em questões legais ambientais, no nível do país e da região”, declarou Tarsicio Granizo, ministro do Meio Ambiente, em um comunicado.

O governo disse que irá confiscar o navio e devolver os tubarões ao oceano, de acordo com a Reuters.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>