Cão mascote dos bombeiros some pela segunda vez em SP

404

11/08/2017 às 16:30
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O cão Speedy, da raça labrador e cor caramelo, desapareceu pela segunda vez. O cachorro, de 2 anos e 8 meses, é mascote do Corpo de Bombeiros da Vila Lucinda, em Santo André, no ABC Paulista. Desde segunda-feira, 7, não há pistas de seus paradeiro. O cachorro sumiu pela primeira vez em abril de 2016, mas foi encontrado dias depois em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo.

Speedy tem até uniforme dos bombeiros e usa coleira de identificação com os telefones da corporação. O cão não é farejador.

Speedy tem uniforme dos bombeiros (Foto: Alexandre Dourador/8GB de Santo André)

O cabo Luiz Oscar Rufino tem se empenhado para encontrar o cão. “Venho mais uma vez, infelizmente, pedir a ajuda de todos para divulgar o desaparecimento do nosso mascote, o Speedy. Acreditamos que talvez uma pessoa até bem intencionada pode tê-lo recolhido para dentro de alguma casa. Por favor, compartilhem em seus murais nas redes sociais ou em grupos de proteção e encontro de animais.”

Rufino disse, em entrevista ao G1, que espera que o cachorro esteja em segurança. “Ele fica livre no quartel e interage com as crianças na portaria e é adorado pelos vizinhos do bairro.”

Informações sobre o paradeiro de Speedy podem ser passadas através do telefone (11) 4479-6656 ou WhatsApp (11) 98972-2213. Falar com o cabo Rufino.

Nota da Redação: Embora não seja o caso do cachorro citado na matéria, muitos labradores são explorados como farejadores pela Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. É necessário frisar que os animais não devem trabalhar para servir ao homem, tampouco é correto colocá-los em situações que ofereçam risco a eles, como acontece com os cães farejadores. 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.